Unhas


Os perigos do esmalte vencido

Por | em 16 abril 2013

Os perigos do esmalte vencido

Pela alta rotatividade dos frascos de esmalte, muitas manicures esquecem de conferir, de tempos em tempos, se todos os seus vidrinhos estão dentro da data de validade. Afinal, que mal pode fazer passar nas unhas da cliente apenas duas camadinhas daquela cor que você usa há anos?

Mas sim, isso pode causar muitos problemas. O esmalte também tem influência na boa saúde das unhas, e caso ele esteja vencido, pode influenciar na textura, promover irritação na cutícula e até formar bolhas. “As unhas revelam o quão saudável ou doente pode está uma pessoa. Além das alterações patológicas próprias das unhas, elas podem mostrar dermatoses e doenças sistêmicas”, diz Adriano Almeida, pós-graduado em dermatologia.

Por isso, todo cuidado é pouco. Apesar de ser composto por elementos químicos de uso tópico, os esmaltes sofrem reações químicas cada vez que o vidro é aberto ou quando é agitado, e por isso tem sua vida útil limitada. “Caso receba um esmalte vencido, há a possibilidade do cliente desenvolver alergia ao produto, que pode ter sua composição alterada ou contaminada”, explica Adriano.

Hoje, existem diversas opções para ajudar as manicures a organizarem seus esmaltes. Para quem não tem espaço para colocar um carrinho no salão de beleza, há prateleiras que podem ser fixadas na parede ou até maletas portáteis. Nesses espaços, além de separar os esmaltes por cores, faça uma marcação nos mais antigos ou separe fisicamente os mais velhos dos mais novos.

Mais informações:
(11) 3673-7299
www.doutoradrianoalmeida.com.br
dradrianoalmeida@hotmail.com



COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


MATÉRIAS RELACIONADAS